Sunday, December 9

Paranormal



"Paranormal,
termo empregue para descrever as proposições de uma grande variedade de fenómenos anómalos ou estranhos ao conhecimento científico."

Joaquim Monchique e Paranormal prometem duas horas de puro entretenimento num ambiente algo transcendental. Uma sessão espírita, um líder transcendental, 15 encarnações, envolvimento com o público através de criticas e piadas culturais, são os ingredientes mágicos para esta poção.
Sendo apenas um actor em palco, Monchique consegue manter não só verdadeiros diálogos entre as personagens que vão ocupando "a sua linha" mas atrair e prender a atenção do público. Uma peça não apenas sobre o sobrenatural mas também sobre o desconhecido, não o desconhecido acerca de uma vida, de um mundo ou de um olhar, mas aquele desconhecido personificado em alguém que todos procuramos nalgum lugar. Alguém que conhecemos outrora e que nos faz percorrer o caminho da saudade, alguém que pensámos conhecer mas que afinal nunca conhecemos, alguém que desapareceu, alguém foi embora sem dizer porquê, alguém que nos faz sentir mais do que vivos, alguém real ou ideal por que procuramos sem conseguir encontrar, alguém por quem esperamos, alguém...simplesmente alguém que ao ser procurado e desejado ganha asas e deixa de ser "simplesmente" alguém.
E para quem não gosta ou não simpatiza com Joaquim Monchique aqui está uma boa oportunidade para mudar de ideias, caso não seja esse o caso pelo menos fica a conhecer uma nova faceta de um talentoso actor e um texto em que vale a pena pensar, não nos diálogos banais mas no que se encontra escondido nas suas mensagens, uma peça que poderia ter cheiro a revista.


Algumas personagens:
Pai adamastor
Conceição;
Albano;
Edu, o homem do bigode;
Odete;
Ilda;
O preto assaltante;
Maria Clara;
La cucaracha;
Joaquim Monchique;
O tarado da sex line;

Texto Original de:
Miguel Falabella

Teatro:
Mundial

1 comment:

Anonymous said...

depois de ver o paranormal de joaquim chega-se á conclusão, que o joaquim é o melhor actor de portugal, sem reservas, ele consegue levar-nos numa viagem sobrenatural, e consegue nos prender do principio ao fim, com um cenário simples, que se enche de talento deste maravilhoso e soberbo actor, vale a pena ir ver, e depois não digam que perderam....imperdivel...joaquim monchique és o maior, ele consegue por uma plateia aos bravos e de pé durante varios minutos, impressionante...