Sunday, February 24

Pop Art

Proveniente principalmente da América e da Grã Bretanha, a designação Pop Art surgiu pela primeira vez no ano de 1954 por Lawrence Alloway para designar os produtos de cultura popular da civilização ocidental. No entanto, é apenas no final da década de 50 que se começa a insurgir enquanto movimento artístico. Proveniente do Dadaísmo (Marchel Duchamp), Pop Art é o primeiro de uma lista de vários movimentos artísticos pertencentes à Arte contemporânea e tem como principais artistas Robert Rauschenberg, Roy Lichtenstein e Andy Warhol.
No que concerne ao seu aparecimento, este dá-se por intermédio de artistas que ao estudarem os símbolos e os produtos publicitados nos Estados Unidos começaram a transformá-los e a utilizá-los enquanto temática nas suas obras. Desta forma, os elementos iconográficos constituintes da Pop Art provinham essencialmente da televisão, da fotografia, da banda desenhada, do cinema e da Publicidade. Entre os materiais principais utilizados neste movimento encontram-se tinta acrílica, poliéster, latex, e todos os demais produtos capazes de produzir cores intensas, brilhantes e vibrantes. No que concerne às suas grandes proporções estas ajudavam os seus autores a transformar o Real em Hiper-Real.
Intitulada muitas vezes de vazia, desinteressante e vulgar, na verdade escondia em si um intenso sentido crítico a todo o ambiente e cultura que se começava a instalar na sociedade, a crescente necessidade de consumo, a abundância e a massificação dos produtos são algumas dessas críticas que a ajudaram a compor. Caracterizada por ser uma forma de arte ostentadora e de grande influência no quotidiano desta segunda metade do século, em parte devido à fundamentação dos seus elementos base, a Pop Art
marcou assim o regresso à chamada arte figurativa por oposição à arte abstracta (expressionismo) que se vinha a instalar desde os finais da segunda guerra mundial.





















Autores das obras apresentadas (de cima para baixo):
1 - Roy Lichtenstein;
2 - Andy Warholl;
3 - Robert Rauschenberg;

5 comments:

Rosário said...

olá Marta ha mais ou menos um mês voçê deixou um comentario no meu space e uma pergunta ,pedia k lhe respondesse ,ca estou eu a faze-lo ,lamento a demora mas so hoje vi o seu comentario.
eu uso tintas de tecido para pintar os bonecos ,tipo pebeo ou acrilex, quantos as dedicatorias ha nas papelarias canetas douradas e prateadas indicadas para esse fim.
beijoka e disponha sempre

Anonymous said...

adorei

Anonymous said...

adorei

Anonymous said...

quem são os autores dessas obras, você poderia colocar?

FaRu said...

A primeira imagem, que retrata uma mulher loira e que parece saída de uma banda desenhada é de Roy Lichtenstein; De seguida, as três garrafas de coca cola são um quadro de Andy Warhol; Por último, o quadro é do menos falado mas não menos conhecido Robert Rauschenberg, que se fazia utilizar de vários materiais análogos à pintura até então.